Como Prevenir

AIDS - Prevenção
aids 001



Quando se pensava em aids, as pessoas acreditavam que era uma doença restrita aos chamados grupos de risco, como os profissionais do sexo ou os homossexuais. Mas a epidemia mostrou que todos têm que se prevenir: homens e mulheres, casados ou solteiros, jovens e idosos, todos, independente de cor, raça, situação econômica ou orientação sexual.
Para se prevenir, use corretamente a camisinha em todas as relações sexuais e apenas agulhas e seringas descartáveis. Para evitar que a aids passe da mãe para o filho, todas as gestantes devem começar o pré-natal o mais cedo possível e fazer o teste de aids.

Outro cuidado importante, é com as doenças sexualmente transmissíveis, as DST. Elas podem trazer sérios problemas de saúde e aumentam em até 18 vezes a chance de contrair o HIV. A prevenção das DST é igual a da aids e o tratamento costuma ser muito simples.

Fonte - Ministério da Saúde

Camisinha

A camisinha é a maneira mais fácil e mais eficiente de impedir o contato com o sangue, esperma e secreção vaginal, evitando a transmissão de doenças sexualmente transmissíveis (DST) e da aids. Deve ser usada sempre, em todas as relações sexuais, desde o começo. Para guardá-la, prefira locais frios e secos. Deixá-la por muito tempo na carteira, por exemplo, pode danificá-la.

Veja nossas recomendações sobre o uso correto da camisinha:

  • verifique a data de validade na embalagem;
  • abra a embalagem com cuidado - nunca com os dentes - para não furar a camisinha;
  • só use lubrificantes à base de água, evite vaselina e outros lubrificantes que contenham óleo;
  • coloque-a somente quando o pênis estiver ereto;
  • desenrole o preservativo até a base do pênis, mas antes aperte a ponta para retirar todo o ar, para que não rasgue durante o ato sexual;
  • após a ejaculação, retire-a fechando com a mão a abertura para evitar que o esperma vaze da camisinha;
  • jogue o preservativo usado no lixo, pois ele não é reutilizável.

Onde encontrar as Coordenações Estaduais e Programas Municipais.

As Coordenações Estaduais e Programas Municipais informam onde encontrar preservativos.

COORDENAÇÃO ESTADUAL DE DST/AIDS - PR
Endereço : RUA ENGENHEIRO REBOUÇAS, No. 1707
Bairro: REBOUÇAS Cidade : CURITIBA - PR
CEP: 80230040 FONE: 041-3333-3434
FAX: 3333-8821

COORDENAÇÃO MUNICIPAL DE DST/AIDS - CURITIBA
Endereço : Rua Francisco Torres, 830 - Centro 7º andar
Bairro: CENTRO Cidade: CURITIBA - PR
CEP: 80060-130FONE: (41)-3350-9451 3350-9322
FAX: 3350-9498

Cuidados básicos para usuários de drogas injetáveis:

  • nunca compartilhe seringas, agulhas, colheres, copos, ou qualquer outro instrumento associado ao uso de drogas injetáveis. Todos eles oferecem riscos de infecção;
  •  usuários de crack não devem compartilhar o cachimbo;
  • não compartilhe o local no qual a dose é preparada;
  • não reutilize agulhas;
  • use agulhas bem pequenas;
  • use pequenas quantidades de água para dissolver;
  • limpe o local com álcool antes de aplicar;
  • pressione o local aplicado com o polegar;
  • não repita a dose com a mesma seringa;
  • não repita a dose na mesma veia;

  • tome cuidado ao descartar seu equipamento de injeção. Coloque os instrumentos numa lata de refrigerante vazia ou numa caixa segura, por exemplo;
  • saiba que droga com impurezas pode causar infecção das válvulas do coração e dos vasos sangüíneos, feridas na pele e infecção generalizada;
  • para fortalecer as veias, pressione com as mãos uma bolinha de borracha ou de papel. Repita sempre este exercício.

O uso de drogas injetáveis é uma das principais formas de infecção pelo vírus da aids. Os programas de redução de danos, que incluem a troca de seringas, são uma estratégia de saúde pública que buscam dar resposta a este crescimento.