Saúde reforça importância do suporte paterno na gravidez

Saúde reforça importância do suporte paterno na gravidez

Em agosto, mês de comemoração do Dia dos Pais, a Secretaria Municipal de Saúde reforça a importância do suporte paterno na gravidez. O projeto Pai Presente no Pré-natal, parte do Rede Mãe Curitibana Vale a Vida, volta a ser prioridade em todas as 110 unidades de saúde.

Criado em março de 2009, o Pai Presente oferece aos pais a possibilidade de acompanhar de perto a gestação dos filhos nas consultas pré-natal, o que resulta no estreitamento dos laços familiares antes de o bebê nascer. Também reflete na saúde do homem: ao seguir de perto a gestação, o pai se beneficia com informações sobre a própria saúde, favorecendo a prevenção de doenças.

Os funcionários e servidores das unidades de saúdes serão estimulados a reforçar o convite aos pais para a participação no programa. “A gravidez também é um assunto do homem. É um projeto que contribui para o bem-estar biopsicossocial da mãe, do bebê e do próprio pai, que passa assumir esse papel antes mesmo da chegada da criança”, explica o coordenador da Rede Mãe Curitibana Vale a Vida, Edvin Javier Boza Jimenez.

Na primeira consulta pré-natal, a gestante recebe um convite para fazer ao pai do bebê, para que ele também compareça nas próximas. “Aceitando, uma consulta conjunta é agendada e uma entrevista com o pai é feita para avaliação da sua saúde. Ele também pode fazer testes de sífilis e HIV”, acrescenta Jimenez.

Essas doenças podem ser transmitidas para a parceira sexual que, grávida, contamina o bebê. Os testes são a oportunidade de diagnóstico e tratamento e de se evitar a transmissão vertical.

Envolvido ativamente na gestação, o homem também pode participar das oficinas de pré-natal, em que pais e mães participam de rodas de conversa coordenadas por profissionais nas unidades de saúde sobre as mudanças causadas pela gravidez e a chegada do bebê. Também acompanha a visita à maternidade para conhecer a estrutura de onde será realizado o parto.