Maternidade Bairro Novo passa por reformas ao completar 22 anos

maternidade bairronovoA Maternidade do Bairro Novo ganhou um presente no mês em que completa 22 anos: o prefeito Rafael Greca anunciou que o local vai ser reformado nas suas estruturas elétrica e hidráulica.

A notícia foi dada pelo prefeito nesta quinta-feira (8/3), durante a visita à maternidade, ao lado da secretária municipal da Saúde, Marcia Huçulak. Greca foi responsável pela construção da instituição, em sua primeira gestão à frente da Prefeitura. O investimento será de R$ 600 mil.

“Nesses 22 anos já nasceram aqui cerca de 50 mil curitibinhas e agora comemoramos mais um aniversário deste hospital, reconhecido internacionalmente pela excelência da qualidade dos serviços prestados a Curitiba”, destacou Greca, que, durante a visita, almoçou com o corpo clínico e a diretoria da maternidade.

Referência

Construída com uma estrutura importada dos Estados Unidos de um hospital de campanha, a maternidade é referência em parto humanizado. O mais recente reconhecimento do trabalho realizado veio em dezembro de 2017, quando o prefeito recebeu troféu Parceria Sustentável.

A premiação, realizada em Genebra (Suíça), foi entregue pela Organização Mundial da Família (OMF) à Prefeitura de Curitiba pela implantação da maternidade. A OMF tem status consultivo na Organização das Nações Unidas (ONU).

A maternidade, que é financiada 100% pela Prefeitura, também tem, desde 1998, o selo “Amigo da Criança”.

Presenças

Estiveram presentes à visita o vereador Oscalino do Povo; a diretora-geral da Fundação Estadual de Atenção Especializada em Saúde de Curitiba (Feaes), Adriana Moreira Kraft; a diretora administrativo-financeira da Feaes, Leila Cristina Duflot; a diretora da Maternidade Bairro Novo, Edinalva Ferreira de Carvalho; a diretora médica da Maternidade Bairro Novo, Luiza Regina Antonio Zapani; a gerente médica da Maternidade Bairro Novo, Wilma Lilian de Castro e Souza Silva; a gerente assistencial da Maternidade Bairro Novo, Rossana Tais Cechetti; a gerente do Serviço de Atendimento Domiciliar (SAD), Joaninha de Lara; e os conselheiros do Conselho Municipal da Saúde, Malu Gomes e José de Souza Filho.