CDC americano faz avaliação positiva de políticas de controle de HIV/Aids em Curitiba

2018-11-08 18.22.20CDC americano faz avaliação positiva de políticas de controle de HIV/Aids em Curitiba

Representantes do Center Disease Control (CDC), agência de saúde americana, estiveram nesta quinta-feira (8/11), em Curitiba, visitando equipamentos públicos e projetos do município voltados ao controle de HIV/AIDS e infecções sexualmente transmissíveis (IST) em Curitiba. De acordo com o CDC, os serviços oferecidos em Curitiba são inovadores.

A comitiva, composta também por integrantes do CDC Brasil, Fiocruz e Pepfar (programa norta-americano de enfrentamento ao HIV), reuniu-se com a secretária municipal da saúde, Márcia Huçulak. Após a reunião, o grupo visitou o Centro de Orientação e Aconselhamento (COA) e a novidade do projeto “A Hora é Agora”: um armário eletrônico para dispensação de auto teste para HIV, instalado na Rodoviária de Curitiba – o CDC é parceiro da Prefeitura Municipal de Curitiba neste projeto, cujo objetivo é desenvolver ações voltadas ao público masculino, considerado a população mais vulnerável da epidemia.

Para o diretor do CDC Paul Young, Curitiba é referência na adoção de tecnologias de testagem e tratamento para HIV/AIDS. “Esse projeto ‘A Hora é Agora’ está usando uma das abordagens mais inovadoras para atingir a população que é mais difícil de atingir”, falou.
Young considerou o armário automático que dispensa o autoteste para HIV, uma inovação mundial. Ele diz querer replicar a ideia nos países em que o CDC atua. “Eu quero levar essa tecnologia para o mundo. Foi uma ideia incrível. Até a China saberá que Curitiba inovou com esse equipamento”.
Para a secretária de saúde, a parceria com o CDC soma resultados aos serviços de Curitiba e abre a possibilidade de entrada de tecnologias e inovações de tratamentos. “Sem esse apoio não teríamos conseguido fazer tanto em tão pouco tempo”, disse.
Durante a reunião com a comitiva do CDC, Márcia falou também sobre a satisfação de Curitiba em ter sido a primeira cidade brasileira a receber a certificação de eliminação da transmissão vertical do HIV. Young demonstrou a intenção de contribuir ainda mais para outros avanços. “Fico satisfeito com esse resultado e espero que possamos juntos, alcançar mais sucesso para a saúde da população. Queremos pensar em maneiras de contribuir ainda mais para os futuros passos de Curitiba na luta contra o HIV”, disse Young.