NAAPS

Em março de 2009, Curitiba implantou vinte e nove Núcleos de Apoio em Atenção Primária em Saúde (NAAPS), em todas as suas Unidades Básicas de Saúde (UBS), a partir do marco propositivo de implantação dos Núcleos de Apoio à Saúde da Família (NASF), Portaria N° 154, de 24 de Janeiro de 2008, Republicada em 04 de março de 2008 do Ministério da Saúde.

A partir de então, todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS) passaram a ter equipes de apoio voltadas especialmente para a promoção da saúde e prevenção de agravos, compostas por nutricionistas, profissionais de educação física, fisioterapeutas, psicólogos e farmacêuticos. Cada NAAPS é responsável por um grupo de duas a cinco UBS, e é composto por cinco profissionais que desenvolvem atividades de promoção à saúde, prevenção de agravos e eventualmente assistência, juntamente com as equipes das UBS.  São 29 (vinte e nove) NAAPS atuando com as equipes de atenção básica, dentro dos princípios da atenção primária em saúde, sejam naquelas UBS com a estratégia Saúde da Família ou atuando no modelo tradicional. Todas as UBS do município, além da atenção à demanda, realizam as ações de promoção da saúde, prevenção de agravos/doenças, de estímulo ao autocuidado e adoção de estilos de vida saudável, com as atividades previstas por diversos programas.

Com a inclusão destes profissionais na rede municipal de saúde compondo-se os NAAPS, foram intensificadas no cotidiano dos serviços de saúde, especialmente as ações de promoção, potencializando as ações intersetoriais, a participação social e otimizando os recursos comunitários de forma a promover a melhoria da qualidade de vida do cidadão curitibano.

Os NAAPS atuam prioritariamente visando à ampliação do escopo de ações voltado ao controle das Condições Crônicas de Saúde, em especial às Doenças Crônicas Não-Transmissíveis (DCNT). Isso porque as DCNT são responsáveis por cerca de 60% dos óbitos no mundo, e em Curitiba essa tendência é também observada. Os principais fatores de risco para surgimento e agravamento das DCNT são: tabagismo, consumo de álcool, excesso de peso, baixo consumo de frutas e verduras, sedentarismo, hipertensão arterial, diabetes e hipercolesterolemia. Todas as questões de enfoque prioritário das ações da promoção da saúde.

Com a criação dos NAAPS, a SMS ampliou o escopo da atenção em saúde na Atenção Básica em Saúde (ABS), disponibilizando a população diversas ações, dentre as quais:

  • Participação dos profissionais dos NAAPS nas atividades em grupo já desenvolvidas nas UBS – oficinas para gestantes, crianças, grupo de hipertensos e diabéticos;
  • Fisioterapia na qualidade de vida da terceira idade;
  • Incentivo às atividades físicas/práticas corporais;
  • Atividades em grupos para a orientação postural (Escola de Postura);
  • Oxigenoterapia;
  • Atividades em grupos de sobrepeso/obesidade;
  • Orientação nutricional para grupos específicos;
  • Atendimento individual para pacientes com necessidades especiais;
  • Identificação e potencialização dos recursos comunitários que apoiam usuários e familiares de pacientes com transtornos mentais;
  • Grupo de apoio a familiares de portadores de transtorno mental;
  • Implementação e ampliação de grupos de convivência, ajuda mútua e educação em saúde;
  • Ações voltadas à cultura da paz e prevenção da violência;
  • Prevenção ao uso do álcool e outras drogas;
  • Atividades educativas quanto ao uso racional de medicamentos pela comunidade;
  • Acompanhamento e planejamento para controle dos fármacos dispensados na UBS.

Em especial a partir da inclusão dos profissionais de Educação Física nos Núcleos de Apoio em Atenção Primária (NAAPS), a prática de atividade física e adoção de comportamentos mais ativos são estimuladas nas ações desenvolvidas pelas UBS. Algumas destas atividades se desenvolvem a partir da organização dos grupos de caminhadas, de ginástica, de alongamento, de dança, de Tai Chi Chuam, de Lian Gong, entre outros.
São práticas incorporadas na rotina das UBS que atinjem a população adulta e idosa, e em especial os portadores de alguma condição crônica de saúde. Muitos grupos contam com a participação de adolescentes e jovens, sempre com o enfoque e valorização da formação de protagonistas juvenis. Para este público, as atividades são outras, como jogos de futebol, de basquete e de dança de rua.

Além disso, ações intersetoriais voltadas para a promoção da saúde no ambiente têm sido desenvolvidas, por meio da parceira entre as Secretarias de Saúde as demais secretarias da Prefeitura Muncipal de Curitiba. São ações sempre orientadas e centradas na valorização da participação social, com vistas ao desenvolvimento local.

Algumas caracteristicas do processo de trabalho dos NAAPS:

  • A coordenação do cuidado e da equipe básica da UBS, orientada pelos princípios da APS;
  • Os profissionais atuam em parceria com os profissionais das equipes de Atenção Básica em Saúde (ABS);
  • Há o compartilhamento das práticas em saúde nos territórios sob responsabilidade das equipes de ABS e NAAPS;
  • Os NAAPS dão apoio às equipes por meio de processos de educação permanente às equipes das UBS;
  • As equipes NAAPS não se constituem como porta de entrada do sistema de saúde;
  • As equipes NAAPS atuam de forma integrada à rede de serviços de saúde, a partir das demandas identificadas no trabalho conjunto com as equipes de ABS.

As principais ações estratégicas dos NAAPS são: (1) Atividades Físicas e Práticas Corporais; (2) Práticas Integrativas e Complementares; (3) Reabilitação; (4) Alimentação e Nutrição; (5) Assistência Farmacêutica; (6) Saúde Mental; (7) Saúde da Criança e do Adolescente; (8) Saúde da Mulher e Saúde Homem; e, (9) Saúde do Idoso. Seu objetivo principal consiste em ampliar a abrangência e o escopo das ações da Atenção Primária em Saúde (APS), bem como sua resolubilidade, integrando-se à rede de serviços do Sistema Único de Saúde, fortalecendo o processo de territorialização e regionalização a partir da atenção básica.  As ações de promoção da saúde e prevenção de agravos nos grupos organizados pelos NAAPS fortalecem a atenção à saúde nas Unidades Básicas de Saúde em Curitiba.

Com o enfoque no controle das condições crônicas de saúde, buscando interferir nos principais fatores de risco, na coordenação do cuidado em saúde ao longo do tempo, as ações de promoção da saúde e de prevenção de agravos buscam interferir no estilo de vida dos cidadãos.

Os profissionais dos NAAPS juntamente com as equipes das UBS que estão inseridos, organizarão grupos de organização grupos terapeuticos para estímulo de atividades físicas/práticas corporais, e grupos de “Reeducação Alimentar e Controle de Peso”. Para que desta maneira, cada vez mais pessoas adotem uma alimentação saudável, pratiquem atividade física e/ou prática corporal de maneira regular, que tenham uma vida sem tabaco, e controlem o estresse garantindo tempo e espaço para o lazer em suas vidas. Estimulam a adoção de atitudes que podem contribuir muito para evitar a grande maioria das doenças e agravos à saúde de maineira integral.

Estão implantados na SMS 29 NAAPS. São equipes multiprofissionais, compostas por Profissional de Educação Física, Farmacêutico, Fisioterapeuta, Nutricionista e Psicólogo. Tem como objetivo, ampliar a abrangência e o escopo das ações da atenção básica, bem como sua resolubilidade. As principais ações estratégicas são: Atividades Físicas e Práticas Corporais, Práticas Integrativas e Complementares, Reabilitação, Alimentação e Nutrição, Assistência Farmacêutica, Saúde Mental, Saúde da Criança/Adolescente, Saúde da Mulher/Homem e Saúde do Idoso.