Atenção Primária

A Atenção Primária à Saúde (APS) constitui-se de um conjunto de práticas integrais em saúde, direcionadas a responder necessidades individuais e coletivas da população.

A APS Curitiba é composta por 111 Unidades de Saúde (64 UBS com Saúde da família e 47 UBS Convencionais) distribuídos em dez Distritos Sanitários. Cada UBS é responsável por dar assistência à população de um território definido, dentro da área de abrangência daquela unidade. A Unidade de Saúde constitui-se na porta de entrada do sistema de saúde de modo que todos os usuários que o procuram possam ser acolhidos. A partir da análise de demandas e necessidades e considerando riscos e vulnerabilidades, a equipe organiza o atendimento, com agendamentos distribuídos ao longo da semana, de acordo com a necessidade de cada caso, no tempo e momento necessários à demanda de cada usuário. As pessoas moradoras de uma área têm nas equipes de saúde, sua referência mais próxima, com respostas às diversas demandas do cidadão, tendo o Modelo de Atenção às Condições Crônicas (MENDES, 2011) a busca da efetividade da atenção à saúde no SUS Curitiba

As Unidades de Saúde contam com equipes multidisciplinares compostas por médicos, enfermeiros, auxiliares/técnicos de enfermagem, cirurgiões–dentistas, técnicos em saúde bucal, auxiliares em saúde bucal, administrativos e agentes comunitários de saúde, sendo o trabalho coordenado pela Autoridade Sanitária Local. Contam ainda com equipes dos Núcleos de Apoio à Saúde da Família – NASF, formados por farmacêuticos, fisioterapeutas, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física, fonoaudiólogos e médicos (ginecologistas, pediatras, psiquiatras, infectologistas / clínicos com atenção à infectologia e geriatras / clínicos com atenção ao idoso) e as equipes do Consultório na Rua.

Devem ser as primeiras a serem procuradas em caso de alguma necessidade de tratamento, informações ou cuidados básicos de saúde.