Curitiba atualiza número de casos confirmados de sarampo no município

Até esta quinta-feira (3/10), Curitiba registra 45 casos de sarampo no município neste ano – 17 deles são novos. Do total de casos confirmados, 15 são importados (a maior parte a provável fonte de infecção foi São Paulo), em 30 a transmissão foi secundária (quando uma pessoa com caso importado transmite para outra que não viajou).

A faixa etária em que há maior número de registros confirmados é entre 20 a 29 anos, com idade mediana de 22 anos.

Um dos novos casos confirmados é de uma mulher de 26 anos, que está internada em estado grave. Segundo a a médica infectologista da Secretaria Municipal da Saúde de Curitiba, Marion Burger, porém, a maior parte dos pacientes evolui bem e não necessita de internamento. "As complicações acontecem em casos raros", diz.

Além dos casos confirmados, a Secretaria Municipal da Saúde de Curitiba investiga, em parceria com a Sesa, cerca de duas centenas de casos suspeitos da doença no município – grande parte só pode ser confirmada, após a realização de exame de sangue, coletado 7 dias após o surgimento das manchas vermelhas na pele.

Outros estados
As ocorrências em Curitiba e no Paraná estão ligadas ao retorno do sarampo em algumas regiões do país, principalmente ao estado de São Paulo, onde iniciou o surto da doença no Brasil, após o desembarque de viajantes da Europa e Oriente Médio com o vírus.

Em São Paulo, já foram registrados, até o momento, neste ano, 5.411 casos confirmados de sarampo e nove mortes. Só na capital de São Paulo foram 3.113 casos da doença – 59% do registrado no estado, de acordo com o boletim da secretaria estadual.

Em todo o país, há casos confirmados em 19 estados brasileiros este ano, de acordo com o boletim do Ministério da Saúde, divulgado em 25 de setembro.

“O sarampo é uma doença altamente contagiosa, mais que a gripe, por isso o alerta das autoridades para que a população mantenha a vacinação em dia”, explica Marion.

Segundo a médica, cada pessoa com o sarampo pode transmitir o vírus para outras 18 pessoas não vacinadas, por isso o alerta para manter a carteira de vacinação em dia.

Unidades de Saúde

Confira a lista de endereços dos equipamentos da SMS.

Leia Mais

Orientação e Prevenção

Veja como ter uma vida saudável e manter hábitos de proteção da sua saúde.

saiba mais

Ouvidoria SUS Curitiba

Sugira, Critique, Elogie e tire suas duvidas. Conheça a Ouvidoria do SUS Curitiba.

Saiba Mais

 

Taxa de mortalidade infantil

A taxa de mortalidade infantil em Curitiba apresenta uma tendência constante de queda.

taxaMortalidade1997-2018


Fonte: Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM); Sistema de Informação sobre Nascidos Vivos (SINASC)
Elaboração: SMS Curitiba - Centro de Epidemiologia/CEV
Nota: 2017* dados preliminares

A Secretaria

  • Planejar e executar a política de saúde para o Município de Curitiba
  • Responsabilizar-se pela gestão e regulação dos serviços próprios e conveniados
  • Monitorar doenças e agravos
  • Realizar a vigilância sanitária sobre produtos e serviços de interesse da saúde
  • Visar uma população mais saudável