Notícias

  • Prefeitura vai disponibilizar 50 mil testes combinados

    Cinquenta mil testes rápidos combinados, que identificam, além do coronavírus, os vírus influenza A e B, foram adquiridos pela Secretaria Municipal da Saúde (SMS) de Curitiba, com recursos próprios do município. O objetivo é usar os exames no apoio ao enfrentamento do incremento de casos de covid-19 e gripe, priorizando a força de trabalho dos profissionais de saúde e casos mais complexos.

    Seguindo determinação do Comitê de Técnica e Ética Médica, a aplicação dos testes combinados será priorizada para os seguintes grupos: profissionais de saúde que atuam no serviço municipal de saúde que estejam com sintomas respiratórios ou que tenham tido contato com pessoas com sintomas respiratórios; pacientes de unidades de saúde e UPAs de Curitiba com casos moderados e graves de síndrome respiratório e profissionais de saúde de hospitais que prestam atendimento ao SUS, e que estejam com sintomas respiratórios ou que tiveram contato com pessoas com sintomas respiratórios.

    “Com o incremento do número de casos de covid-19, concomitantemente a circulação de uma nova cepa de influenza H3N2, adquirimos esses testes, com recursos próprios, para priorizar o funcionamento dos serviços de saúde do SUS e o atendimento dos pacientes com síndrome respiratória que mais precisam de celeridade no diagnóstico”, explica a secretária municipal da saúde de Curitiba, Márcia Huçulak.

    Nesta quinta-feira (27/1), em reunião virtual, a SMS definiu com os hospitais do município que atendem ao SUS as regras e como será o fluxo para a realização dos exames. A partir desta sexta-feira (28/1), os testes combinados começam a ser distribuídos na rede.

    Leia mais...
  • Medidas de controle da pandemia são prorrogadas por mais uma semana

    Curitiba prorroga as regras atualmente vigentes para o controle da pandemia de covid-19 por mais sete dias. A extensão do prazo será dada pelo Decreto Municipal 100/2022, que começa a valer a partir da publicação e vai até dia 3 de fevereiro.

    A decisão foi tomada pelo Comitê de Técnica e Ética Médica da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), em reunião nesta quarta-feira (26/1), e tem como objetivo reduzir a circulação de pessoas no ambiente de trabalho. O documento será publicado nesta quinta-feira (27/1).

    Bandeira amarela
    Após a análise dos indicadores a pontuação da bandeira ficou em 1,91, embora alavancada com relação a semana anterior quando a nota estava em 1,53, a cidade segue em bandeira amarela, cenário de alerta.

    Com a prorrogação das medidas segue valendo a regra de limitação de público, em que a ocupação não deve ultrapassar 70% da capacidade prevista no Certificado de Licenciamento do Corpo de Bombeiros (CLCB).

    Também permanece a recomendação de priorização do trabalho remoto ou virtual como medida para reduzir o risco de contaminação por covid-19 ou Influenza (H3N2) no ambiente profissional.

    Além das regras acima, todos os estabelecimentos devem cumprir o Protocolo de Responsabilidade Sanitária e Social de Curitiba e as orientações, protocolos e normas da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) e das demais secretarias e entidades competentes em relação à prevenção à covid-19.

    Leia mais...
  • Saúde suspende vacinação de crianças nesta sexta para reorganizar fluxo de convocação

    A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) de Curitiba irá reorganizar o fluxo de vacinação contra a covid-19. Para possibilitar este ajuste, não haverá vacinação de crianças nesta sexta-feira (28/1).

    A SMS destinou dez unidades exclusivas para vacinação para crianças de 5 a 11 anos contra a covid-19, conforme orientação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), com atendimento das 8h às 17h. Os espaços contam com profissionais, estrutura e logística adequados ao melhor fluxo da aplicação das doses.

    A convocação do público para receber a vacina segue critérios como a disponibilidade de doses e a capacidade de atendimento dos pontos de vacinação.

    Nos últimos dois dias houve um grande aumento de procura por crianças fora da faixa etária convocada no dia. Na quarta-feira foram 2.100 crianças fora da data e nesta quinta-feira (27/1) mais 2.300 que não faziam parte do público previsto.

    “Esse aumento da demanda de pessoas não programadas para receber a vacina dificulta o trabalho e planejamento das equipes, por isso optamos em mudar a estratégia da vacinação”, explicou a Secretária Municipal da Saúde, Márcia Huçulak.

    Leia mais...
  • 27012022 certificado digitalAplicativo Saúde Já Curitiba oferece Certificado Digital de Vacinação


    Moradores de Curitiba que estão com viagem programada para locais que exigem comprovante de vacinação contra a covid-19 poderão, a partir de agora, emitir o “Certificado Digital de Vacinação Covid de Curitiba” diretamente pelo aplicativo Saúde Já Curitiba.

    O documento, que serve como comprovante de imunização, terá certificação digital via QR Code, assegurando a veracidade das informações. Além disso, será possível realizar a emissão em três diferentes idiomas: Português, Inglês e Espanhol.

    Leia mais...

Unidades de Saúde

Confira a lista de endereços dos equipamentos da SMS.

Saiba Mais

Orientação e Prevenção

Veja como ter uma vida saudável e manter hábitos de proteção da sua saúde.

saiba mais

Ouvidoria SUS Curitiba

Sugira, Critique, Elogie e tire suas duvidas. Conheça a Ouvidoria do SUS Curitiba.

Saiba Mais

 

Taxa de mortalidade infantil

 

taxaMortalidade1997-2018


Fonte: Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM); Sistema de Informação sobre Nascidos Vivos (SINASC)
Elaboração: SMS Curitiba - Centro de Epidemiologia/CEV
Nota: * dados preliminares

A Secretaria

  • Planejar e executar a política de saúde para o Município de Curitiba
  • Responsabilizar-se pela gestão e regulação dos serviços próprios e conveniados
  • Monitorar doenças e agravos
  • Realizar a vigilância sanitária sobre produtos e serviços de interesse da saúde
  • Visar uma população mais saudável