Em três horas, mais de 5 mil são vacinados contra a gripe em terminais de ônibus

gripe

Em três horas de vacinação contra a gripe em dez terminais de ônibus, a Secretaria Municipal da Saúde atendeu 5.223 pessoas. A ação aconteceu nesta quinta-feira (24/6), das 17h às 20h.

Foram atendidos todos que tiveram interesse e estavam passando pelos locais (terminais do Sítio Cercado, Santa Cândida, Hauer, Boqueirão, CIC, Oficinas, Fazendinha, Pinheirinho, Campina do Siqueira e Tatuquara).

“Muito boa essa ação, a maioria das pessoas trabalha e não tem tempo para ir se vacinar”, elogiou a cozinheira Rosana Aparecida dos Santos, 35 anos, que aproveitou a oportunidade para se imunizar no Terminal Pinheirinho.

A empresária Mayane Ramos, 21 anos, ficou curiosa com a ação, quando passava pelo terminal. Resolveu ver do que se tratava e decidiu aproveitar. “Assim atinge um monte de gente”, afirmou.

Para a balconista Milene Rodrigues de Lima, 30 anos, a ação atinge principalmente os trabalhadores. “Quem trabalha não tem tempo de ir no posto de saúde. Eu estava passando aqui e decidi já me vacinar”, contou.

Saúde retoma vacinação com atendimento a pessoas de 48 e 49 anos

Com previsão de receber do Governo do Estado, ainda nesta quinta-feira (24/6), um lote de vacinas contra a covid-19 para primeira aplicação, Curitiba retomará a imunização contra a covid-19 da população por faixa etária.

Nesta sexta-feira (25/6), serão vacinadas pessoas com 49 anos completos ou mais, e no sábado (26/6), é a vez de quem tem 48 anos completos ou mais. O atendimento ocorrerá nos 17 pontos de vacinação da cidade (lista abaixo), das 8h às 17h.

Nestas duas faixas está prevista a imunização de 30 mil pessoas. A ampliação para outras idades dependerá da quantidade de doses recebidas pela Secretaria Municipal da Saúde de Curitiba.

Para receber a vacina é preciso apresentar documento de identificação com foto e um comprovante de residência com endereço de Curitiba (no caso de estar no nome do cônjuge, deve ser apresentada também certidão de casamento ou de união estável).

Também é necessário fazer o cadastro antecipado na plataforma Saúde Já, pelo site www.saudeja.curitiba.pr.gov.br ou pelo aplicativo do celular.

Curitiba tem melhora no cenário e fica em bandeira laranja por mais uma semana

Curitiba continua em bandeira laranja pela terceira semana consecutiva. Nesta quarta-feira (23/6), foi publicado o Decreto Municipal 1.020/2021, que prorroga as medidas dos decretos 960/2021 e 990/2021 e também altera algumas modalidades, dias e horários de atendimento em serviços e atividades da cidade.

As medidas foram tomadas pelo Comitê de Técnica e Ética Médica da Secretaria Municipal da Saúde de Curitiba em reunião na última terça-feira (22/6). O novo decreto já começou valer e terá vigência de sete dias, até 30 de junho.

Durante a reunião o Comitê analisou os dados epidemiológicos da semana (de 16 a 22 de junho) e a pontuação da bandeira ficou em 2,2, apresentando uma melhora do cenário com relação à semana anterior, quando a pontuação estava em 2,58.

“Estamos colhendo resultados de um trabalho conjunto, cumprindo e respeitando os protocolos. Agora o objetivo é alcançar a bandeira amarela e novamente é uma missão que depende de todos”, lembra a secretária municipal da Saúde, Márcia Huçulak.

Sem doses, Curitiba suspende parte da vacinação anticovid

Com cerca de quatro mil doses de vacina contra a covid-19 em estoque para imunizar a população com primeira aplicação, Curitiba atenderá, nesta quinta-feira (24/6), apenas os profissionais de saúde que estão com atendimento agendado no Pavilhão da Cura, no Parque Barigui.

Os demais pontos de vacinação contra a covid-19 da cidade suspenderão o atendimento até que a Secretaria de Saúde de Curitiba receba mais doses de vacinas do Ministério da Saúde e do governo do estado.
Do atual estoque de vacinas, duas mil doses estão reservadas para profissionais de saúde que já estão com agendamento programado. Outras 790 doses são destinadas à imunização dos trabalhadores do projeto Ecocidadão, que fazem parte do grupo de trabalhadores da limpeza urbana.
O último lote de vacinas que o município recebeu foi na sexta-feira passada. A expectativa é de que uma nova remessa seja entregue nesta quinta-feira (24/6). “Contamos com essas doses para avançar com a imunização da população em geral”, diz Márcia Huçulak, secretária municipal de Saúde de Curitiba.


Saúde leva vacinação contra a gripe a dez terminais

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) de Curitiba realiza, nesta quinta-feira (24/6), uma ação de imunização contra a gripe em dez terminais de Curitiba, das 17h às 20h. Serão aplicadas, nestes locais, vacinas contra a gripe em toda a população que tiver interesse (o imunizante pode ser aplicado em bebês com 6 meses ou mais).

A ação acontecerá nos terminais Sítio Cercado, Santa Cândida, Hauer, Boqueirão, CIC, Oficinas, Fazendinha, Pinheirinho, Campina do Siqueira e Tatuquara.

“O objetivo desta ação é aumentar a cobertura da vacina contra a gripe”, afirma a secretária municipal da Saúde, Márcia Huçulak. Até o momento, Curitiba vacinou contra a gripe 279.621 pessoas desde o dia 12 de abril, sendo 247.657 do público prioritário – uma cobertura de 40,7% da meta.

Desde o dia 17 de junho, a vacinação contra a gripe está disponível também para toda a população em geral em 54 unidades de saúde.

De acordo com o diretor do Centro de Epidemiologia da Secretaria Municipal da Saúde, Alcides Oliveira, a vacina contra a influenza não protege contra o coronavírus, porém auxilia os profissionais de saúde na exclusão de diagnóstico da gripe, já que os sintomas das duas doenças são semelhantes. Além disso, a imunização contra a gripe ajuda a diminuir a procura por serviços de saúde, diminuindo a pressão no sistema.